Rafael Fidelis

I write about programming and random things

Cordel: A Linguagem De Programação Ruby

| Comments

cordel

Estou de passagem pelo Nordeste brasileiro e instantaneamente me encantei com a literatura de cordel! Para quem nunca teve contato com esse gênero literário e não sabe do que se trata, de forma sucinta eu diria que é uma poesia popular usada para expressar acontecimentos, histórias e nossa cultura!.

Eu tive o prazer de conhecer a única banca fixa dedicada a cordeis do estado do Sergipe, no mercado Antônio Franco, no centro da cidade de Aracaju. Lá adquiri um cordel que conta a história de Lampião e seu bando, esse:

Cordel

A partir desse momento eu passei a ler e reler esse folheto sempre que me batia uma vontade de praticar uma leitura mais fácil, agradável e divertida! Adquiri conhecimento sobre toda a história do cangaceiro Lampião e seu bando, de uma maneira muito simples e inédita para mim!

Pensando nisso, decidi me inspirar e escreve o meu primeiro cordel! Não sei se sou bom para contar histórias ou acontecimentos nesse formato, mas certamente sei que gosto de falar de programação, e porque não falar disso numa linguagem(!!) mais sertaneja e simples? Abaixo deixo um pequeno cordel falando um pouco sobre a linguagem de programação Ruby:

Ruby

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
Cordel.new('Ruby'.replace('love'))

Como desenvolvedor
Muitas linguagens conheci
Mas nenhuma me encantou
Como a japonesa Ruby

É dinâmica e interpretada
Muito humana e conscisa
Orientada a objetos desde nova
Sua expressividade é tão charmosa

Todos a conhecem
Famosa por sua flexibilidade
Programadores criam com ela
Um sentimento de amizade

Não é atoa que é conhecida
Como a rainha da produtividade
Seu ecossistema é rico
Assim como sua comunidade

Muitos se questionam
Sobre sua perfomance e robustez
A todos somente posso pedir
Deixem dessa estupidez

Já provou sua versatilidade
E também sua maturidade
É grátis e open-source
Mas que felicidade!

Nessa finalização
Quero dizer para vocês
Que tenho um herói
E ele é japonês

Infelizmente com ele ainda não me encontrei
Porém considero-lhe um cara maroto
Novamente eu só posso dizer
Obrigado, Yukihiro Matzsumoto

Eu sempre digo que código é poesia(#codeIsPoetry), e dessa vez consegui fazer poesia sobre código! Muito maneiro! Espero que você tenha curtido, se tiver sugestões, comentários ou qualquer coisa pra falar, manda nos comentários abaixo!



Refêrencias

Cordel - Lampião: Herói ou bandido?

E para complementar esse post, assista cordel abaixo explica melhor o que é um cordel (recursão??):



Comments